VIOLÊNCIA: Lei Maria da Penha pode chegar às escolas


“Tratamos diuturnamente uma batalha de enfrentamento da violência de gênero contra a mulher”. Com esta justificativa, a vice-presidente da Câmara Legislativa, deputada distrital Liliane Roriz, apresentou projeto de lei na Casa para instituir na rede pública de ensino do Distrito Federal as noções básicas sobre a Lei nº 11.340/2006, denominada Lei Maria da Penha.

Segundo a parlamentar, a inclusão do assunto nas escolas públicas por meio da atividade “Lei Maria da Penha vai à escola” será de extrema importância para a redução, a médio e longo prazo, da violência contra a mulher. “É uma medida preventiva de conscientização a partir de um trabalho educacional de humanização, respeito e informação, de forma que, havendo o cometimento de violência, seja ela denunciada e reprimida”, explica Liliane.

A distrital lembra que os dados divulgados são alarmantes e inaceitáveis. “Lugar melhor que a escola para ensinar, não há. Educação sempre é a base de tudo e é através dela que teremos uma sociedade melhor, menos violenta e respeitosa”, destaca.

Liliane destaca que embora a violência doméstica esteja presente em várias fases da nossa história, no Brasil, o tema só ganhou relevância com a entrada em vigor da Lei Maria da Penha. “Por isso, levar ao conhecimento de crianças e jovens em formação educacional a brutalidade que as mulheres sofrem quando são vítimas de violência psicológica, sexual, patrimonial, moral, dentre outras, é muito importante para promover uma mudança em nossa sociedade”, ressalta a parlamentar.

Fonte: Redação.



Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário