Tudo pronto para a abertura do festival de Brasília nesta terça

Em sessão fechada para convidados, será exibido o novo longa-metragem do cineasta paraibano Walter Carvalho



A partir desta terça-feira (15), as 619 poltronas do Cine Brasília serão ocupadas por diretores, atores, produtores e entusiastas da sétima arte, todos prontos para os oito dias do 48º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro — para o qual foram providenciadas cem cadeiras extras. 

Na solenidade de abertura da programação, haverá a estreia nacional de Um Filme de Cinema (2015), do diretor Walter Carvalho, em exibição para convidados às 20h30. O documentário traz depoimentos do romancista e dramaturgo paraibano Ariano Suassuna e de cineastas de várias gerações como o argentino Hector Babenco (O Beijo da Mulher-Aranha, 1984); o polonês Andrzej Wadja (O Homem de Ferro, 1981); o húngaro Benedek Fliegauf (Dealer, 2004); o norte-americano Gus Van Sant (Milk, 2008); o brasileiro Júlio Bressane (Filme de Amor, 2003); o moçambicano radicado no Brasil Ruy Guerra (Os Cafajestes,1962); e o ator italiano Salvatore Cascio (Cinema Paradiso, 1988). Os profissionais apresentam uma reflexão sobre a arte cinematográfica por meio dos questionamentos: “Por que você faz cinema?” e “Para que serve o cinema?”.

Até 22 de setembro o público poderá participar de lançamentos, palestras, mesas de debate, e é claro, da mostra competitiva, que distribuirá troféus Candango em 24 categorias. Veja a programação completa dasoutras atividades.

Perfil
Nascido em 1947 em João Pessoa (PB), o fotógrafo e cineasta Walter Carvalho começou no mundo da sétima arte por meio da fotografia sob influência do irmão Vladimir Carvalho — cineasta homenageado por jovens selecionados para o 1º Festival de Curtas-Metragens das Escolas Públicas, parte da programação do evento. 

Aos poucos, Walter Carvalho assumiu outros projetos e tornou-se diretor de cinema. Seu trabalho tem como característica as transformações sociais, políticas e culturais pelas quais o País passou nas últimas décadas. A obra do cineasta conta com mais de 80 títulos, entre eles, Brincante (2014); Raul — O Início, o Fim e o Meio (2012); Budapeste (2009); Moacir Arte Bruta (2005); Cazuza — O Tempo não Para (2014);Lunário Perpétuo (2003) e Janela da Alma (2001).

Um Filme de Cinema
15 de setembro (terça-feira)
Às 20h30
Cine Brasília (EQS 106/107, Asa Sul)
Classificação:14 anos

Ficha técnica
Documentário, 111 minutos, Rio de Janeiro, 2015
Direção e roteiro: Walter Carvalho
Fotografia: Lula Carvalho e Pablo Baião
Montagem: Isabel Castro
Produção executiva: Marcello Ludwig Maia
Som: Stuart Deutsch, Ives Rosenfeld, Romeu Quinto, Leandro Lima, Evandro Lima, Felippe Mussel, Lucas Pablo Ulecia Sanz, Álvaro Correia, Marcel Costa e George Saldanha
Trilha sonora: Eric Ribeiro
Música original: Guilherme Vaz e Marco Antonio Guimarães
Elenco: Béla Tarr, Ruy Guerra, Júlio Bressane, Lucrécia Martel, José Padilha, Benedek Fliegauf, Jia Zhangke, Gus Van Sant, Ken Loach, Ariano Suassuna, Karin Aïnouz, Andrzej Wadja, Hector Babenco, Asghar Farhadi e Salvatore Cascio
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário