Governador participa de abertura da 9ª edição brasileira da Campus Party

Durante cerimônia em São Paulo, na noite desta terça (26), Rollemberg agradeceu a Farruggia a confiança por levar o evento para Brasília em 2017

O presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, e o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg
O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou da abertura da nona edição brasileira da Campus Party, em São Paulo, na noite desta terça-feira (26), no Pavilhão de Exposição do Anhembi. Neste ano, o evento, que segue até domingo (31), foca em tecnologias que construirão o futuro. Durante a cerimônia, a convite do presidente do Instituto Campus Party, Francesco Farruggia, Rollemberg subiu ao palco principal e saudou os chamados campuseiros (participantes que ficam acampados no local). "Muitos veem Brasília apenas como a capital onde ocorrem eventos políticos, mas temos muito mais do que isso e somos ávidos por tecnologia", afirmou. "Será uma alegria recebê-los em 2017."

O secretário-adjunto do Trabalho, da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Thiago Jarjour, também acompanhou o primeiro dia do encontro e falou sobre a importância de Brasília sediá-lo no próximo ano. "Representa fomento a um ambiente mais empreendedor, vai ser um marco para a nossa cidade", resumiu.

Todos os ingressos foram vendidos, e cerca de 120 mil pessoas são aguardadas durante os seis dias. O público terá acesso a mais de 700 horas de conteúdos e de atividades. A palestra inaugural da Campus Party 2016 foi ministrada pelo co-fundador do evento, Paco Ragageles. Ele propõe novos modelos para uma sociedade em que os robôs substituirão os humanos em todos os empregos.

Além de São Paulo, Recife recebe a Campus Party desde 2012. A capital paulista foi a primeira cidade brasileira a sediar o evento, em 2008. O surgimento ocorreu na Espanha, em 1997. Anualmente, a Campus Party passa pelos seguintes países: Argentina, Costa Rica, Equador, Holanda, Itália e México.

Edição brasiliense
Pela manhã, durante coletiva de imprensa, a organização anunciou oficialmente que Brasília será sede de uma edição especial no segundo semestre de 2017. O tema das discussões no Distrito Federal será Dados Abertos e Transparência, Trabalho e Educação do Futuro. Para se preparar, a cidade deve receber ainda em 2016 uma edição de aquecimento, a ser organizada pelo Instituto Campus Party, em parceria com a Secretaria do Trabalho. De acordo com o secretário-adjunto, Thiago Jarjour, a previsão é que essa preparação ocorra em outubro.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário