Motocicletas: vendas a crédito somaram mais de 8 mil unidades

Modalidade CDC ganhou participação em 2015 e subiu 3,2% em relação a 2014

A venda de motos por Crédito Direto ao Consumidor (CDC) de janeiro a dezembro somou 8.947 unidades. A modalidade teve avanço discreto de 3,2% em relação ao mesmo período do ano passado, sendo a única alta nos números de financiamentos na comparação anual.
Os números foram divulgados pela Cetip, operadora do Sistema Nacional de Gravames (SNG), banco de dados que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito.

Reunidas todas as formas de compra a prazo, que incluem leasing e outras modalidades, o Centro-Oeste registrou 86.027 financiamentos de motos. Assim, em tese, as vendas a crédito cresceram no segmento como uma fuga às taxas de juros cobradas pelos bancos. De acordo com a Cetip, o Distrito Federal encerrou 2015 com 124.175 veículos financiados, entre autos leves, motos, pesados e outros.

Segundo Hélio Aveiro, diretor do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos Automotores do Distrito Federal (SINCODIV-DF), “as vantagens são as menores taxas de juro e isenção do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)”, diz.

Motocicletas – Em dezembro, foram emplacadas 1.084 motocicletas contra 912 em novembro. No ranking das cinco marcas mais vendidas, uma alteração: a Triumph ocupou o quarto lugar com 23 unidades. A Honda segue na frente com 836 motocicletas comercializadas.


Marca 

Dezembro – 2015 

Novembro – 2015
Honda 

836 

681
Yamaha 

117 

119
Harley Davidson 

25 

23
Triumph 

23 

16
Kawasaki 

18 

32


Sobre o SINCODIV-DF - Filiado à Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do DF (SINCODIV-DF) conta com 60 associados totalizando 136 concessionárias. A entidade é responsável pela pesquisa mensal sobre emplacamentos de veículos no DF.
Google Plus

Por Movimento dos Comunicadores do Brasil

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário