Maternidades particulares também necessitam de doações de leite humano

Pediatra da Maternidade Brasília explica porque é importante doar também para instituições privadas: “o leite humano não pode ser comprado”

A maternidade possui um ambulatório de atendimento gratuito para dar apoio às famílias com dificuldades relacionadas à amamentação.

Alimento de essencial importância para bebês recém-nascidos, o leite humano tem estado em falta nas instituições particulares da capital. No caso da Maternidade Brasília, a quantidade de doações não chega a suprir nem metade da demanda.

Sandi Sato, pediatra da Maternidade, explica que o leite materno contém todos os nutrientes que a criança precisa em seus primeiros meses de vida e é de fácil digestão, portanto é o alimento ideal para a saúde do bebê. Além disso, o leite humano é repleto de células de defesa que ajudam a desenvolver a imunidade do recém-nascido, o protegendo de eventuais doenças.

“Nenhuma formula é capaz de oferecer aos nossos prematuros estas qualidades e infelizmente ainda podem provocar o agravamento do quadro”. Segundo a médica, a aplicação de outros alimentos pode causar, inclusive, infecções intestinais gravíssimas que levam a óbito 40% dos bebês afetados. 

Segundo a médica, em Brasília, as mães chegam a doar uma quantidade considerável de leite, mas ainda insuficiente para abastecer as instituições públicas e as privadas. Ela desabafa: “O leite humano é importante e fundamental também para os nossos bebês e pode ser a diferença entre a vida e a morte. Não pode ser comprado”. Ela ressalta que a Maternidade Brasília sofre dessa carência para o atendimento de seus 20 leitos de alta complexidade. 

O Banco de Leite Humano da Maternidade Brasília tem uma tecnologia de ponta no processamento, armazenagem e dispensação do leite doado. Todo leite recebido passa por exames crematócrito e microbiológico para atestar a qualidade durante todo o processo. 

Ordenha a beira-leito 
Segundo a pediatra, se alimentar do leite da própria mãe é considerado de extrema importância para a saúde do bebê. Ela explica que o leite produzido na primeira semana de amamentação, chamado de colostro, é o alimento certo para o bebê recém-nascido. Pensando nisso, a Maternidade Brasília tem adotado um procedimento chamado de “ordenha a beira-leito”, no qual o leite da mãe é coletado com a presença do filho e seu direcionamento e qualidade são garantidos. 

A médica explica que o procedimento é aplicado para a alimentação dos bebês internados na UTI Neonatal. Segundo ela, o estímulo visual é importante para o processo, pois estimula a produção de hormônios que facilitam a produção de leite, além dos benefícios emocionais do procedimento. “A mãe se sente protagonista na recuperação do seu bebê. Para a nosso hospital a grande satisfação é garantir a melhor recuperação do prematuro”, diz Sandi.

Ambulatório de dificuldades da amamentação 
A Maternidade Brasília possui ainda um ambulatório especializado para dar apoio às famílias com dificuldades relacionadas à amamentação. A médica explica que lá são tratados problemas como dor nas mamas, falta de ganho de peso do bebê, ingurgitamentos mamários (as chamadas “pedras” nas mamas), e outros problemas relacionados a essa área. Ela ainda deixa claro que o atendimento, assim como o banco de leite, não é exclusivo para as mães que deram à luz na maternidade e o atendimento é gratuito. Os interessados devem entrar em contato com a maternidade pelo telefone (61) 2196-5318 e fazer o agendamento. 

Sobre a Maternidade Brasília - Inaugurada em 2012, a Maternidade Brasília surgiu com o desafio de ser uma instituição inteiramente voltada à mulher e aos profissionais dedicados ao seu cuidado. Nasceu, assim a única maternidade exclusiva no Distrito Federal. Com ênfase na qualidade e segurança, a Maternidade Brasília pensa em todos os detalhes para tornar a experiência do nascimento ainda mais memorável. Hoje, oferece as seguintes especialidades: Ginecologia, Obstetrícia, Banco de Leite Materno, Infectologia, Pediatria, e Cirurgia Plástica.
Google Plus

Por INOVA GESTÃO treinamentos

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário