Deputada Sandra Faraj divulga nota sobre ideologia de gênero nas escolas

No dia 20 de junho, uma mãe procurou nosso gabinete para denunciar um trabalho de sala de aula de seu filho, valendo nota e de conteúdo questionável

Segundo a denúncia, registrada por uma foto do quadro-negro, os estudantes do Centro de Ensino nº6 de Ceilândia deveriam pesquisar os seguintes temas: HOMOFOBIA, PANSEXUALISMO, INTEGRAÇÃO ENTRE GÊNEROS, RELAÇÕES POLIAMOROSAS e TRANSSEXUALIDADE.

Esclarecemos que os assuntos não fazem parte do conteúdo programático do Plano Nacional de Educação (PNE), nem mesmo do Plano Distrital de Educação (PDE). Por isto, nosso gabinete solicitou INFORMAÇÕES e EXPLICAÇÕES ao secretário de Educação e à direção do Centro de Ensino nº6.

Com medo de retaliações ao seu filho, a mãe prefere não se identificar.

É importante destacarmos que cabe à Câmara Legislativa fiscalizar a aplicação das leis e também os abusos competidos contra o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Mesmo com a resistência de uma minoria – com interesses para lá de escusos, que desrespeitam a vontade dos pais e que querem impor sua ideologia – seguiremos combatendo qualquer prática ILEGAL.

O mandato SANDRA FARAJ sempre se posicionou e, continuará se posicionado, em favor das CRIANÇAS E ADOLESCENTES!

Comentários