Juarezão busca mais segurança no transporte coletivo

Durante a tarde desta quinta-feira (27/04), o deputado Juarezão realizou uma reunião na Câmara Legislativa com os representantes de diversos órgãos para buscar mais segurança nos ônibus que realizam os itinerários de Brazlândia e do Distrito Federal

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e barba
Em outubro do ano passado, roubos a transportes coletivos e veículos aumentaram no Distrito Federal, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Segurança Pública. Furtos de objetos nos automóveis também apresentaram alta.


No início desse ano o deputado Juarezão, apresentou e protocolou o PL n. 1420/2017, que visa implantar nos ônibus da cidade um dispositivo que permita o pedido de socorro em casos de assalto. Ao ser acionado, o recurso deve mostrar a frase “Socorro, assalto” no letreiro frontal dos veículos.. 

“O projeto visa a criar um obstáculo à ação de criminosos, diante do clima de insegurança e medo enfrentados pela população de todo o Distrito Federal”, disse o deputado Juarezão.

Segundo o balanço criminal do governo de Brasília, divulgado em dezembro do ano passado pela Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social, o número de roubos no transporte coletivo cresceu 28,7% entre 2015 e 2016. No ano passado foram registrados 616 assaltos a mais do que no ano anterior. “Resumindo, esses dados refletem o que a mídia mostra quase que diariamente: assaltos a ônibus estão cada vez mais comuns e medidas precisam ser tomadas para reduzi-los”, defende o parlamentar.

Na reunião, foram explicadas que a situação perpassa pela carência de pessoal, tanto da Polícia Civil como da Militar, e que quando a demanda é encaminhada há emprenho dos órgãos em solucionar os crimes. A empresa foi cobrada sobre a qualidade das imagens das câmaras no auxiliar ao trabalho da segurança. Ela se comprometeu em resolver a situação e a Secretaria de Mobilidade e DFTrans fiscalizarão o atendimento dessa exigência.

O Conselho e os representantes da comunidade expuseram as dificuldades cotidianas, que tem envolvido a segurança e cobraram soluções imediatas. A reunião foi produtiva no sentido de que a população de Brazlândia tem denunciado no início do problema, o que é um importante alerta para que não ocorram situações muito mais agravantes.

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas e tabela

Participaram os representantes da Secretaria de Mobilidade do DF, Felipe Leonardo, da Polícia Militar do DF, T.C Lema, da delegada adjunta da 38ª Delegacia de Polícia, Geraldine Grace, do DFTRANS, Márcio Antônio, do 16º Batalhão de Polícia Militar, Major Deuzimar, da empresa de ônibus Expresso São José, Adriel Lopes, do Conselho de Segurança Urbano de Brazlândia, Valmir Reinaldo, Kátia Cristina e Rodrigo Lisboa, do grupo Brazlândia Pede Socorro, Marília Moraes, e do Sindicato dos Rodoviários em Brazlândia, Marcos Rodrigues e Francisco Sampaio. 


O uso dos letreiros para pedir socorro em caso de assaltos já foi testada em Belo Horizonte e funciona nos mesmos moldes da proposta do deputado Juarezão.

Comentários