Mortes no trânsito do DF caem 46% neste trimestre

Com 14 vítimas fatais, o mês de março teve o menor número de mortes registrado nos últimos 17 anos


A estatística do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) computou, neste primeiro trimestre de 2017, uma redução de 46% no número de mortes em acidentes de trânsito. Foram 54 vítimas fatais, contra 72 no mesmo período do ano passado.

Os três primeiros meses deste ano também se sobressaem por terem registrado os menores números de mortes da história do DF – 20 em janeiro e 20 em fevereiro – com destaque para o mês de março que contabilizou 14 mortes no trânsito, a menor quantidade já registrada nos últimos 17 anos.

É importante ressaltar que a média de mortes no primeiro trimestre dos últimos 17 anos foi equivalente a 99 vítimas fatais. Já a média trimestral dos últimos três anos – 2015, 2016 e 2017 – foi de 74 mortes.

Fiscalização rigorosa e novas ações

O diretor-geral do Detran, Silvain Fonseca, atribui essa queda na quantidade de mortes à intensificação da fiscalização pelos órgãos de trânsito e às rigorosas operações Lei Seca que resultaram no aumento de 36,5% das autuações por alcoolemia nas vias do DF.

Soma-se a isso um conjunto de medidas adotadas pela Engenharia de Trânsito, a exemplo da revitalização da sinalização e a implantação das barreiras eletrônicas, além das campanhas pontuais desenvolvidas pela Diretoria de Educação de Trânsito.

Com o propósito de manter a continuidade da redução de mortes no trânsito, o Detran está adotando novas iniciativas como a presença de agentes de trânsito próximo a faixas de pedestres, novas intervenções em pontos de grande incidência de acidentes como na via de ligação Ceilândia/Samambaia e na Avenida Flamboyant entre as Ruas 36 e 37 Norte, em Águas Claras.

Ainda neste mês, as ações do Detran contra acidentes de trânsito serão reforçadas com o lançamento de duas campanhas educativas voltadas para pedestres e ciclistas. Além disso, o Órgão está investindo em projetos educativos de trânsito nas escolas e na formação de condutores.

Dia Mundial do Ciclista

Com o objetivo de estimular o respeito dos condutores em relação aos ciclistas, assim como exemplificar na via pública a distância ideal que o motorista deve manter-se da bicicleta, o Detran lança neste sábado (15), na Avenida Independência em Planaltina-DF, a campanha “Ultrapasse. Não passe.”

O evento faz parte da comemoração do Dia Mundial do Ciclista celebrado em 15 de abril. A ação foi inspirada em uma experiência de sucesso do Detran do Rio Grande do Sul. A campanha conta com o “respeitômetro”, material educativo que o diretor-geral do Detran-DF vai apresentar aos cidadãos neste sábado.

O instrumento, que ficará conectado à bicicleta, demonstrará na prática a distância que o motorista deve manter do ciclista nas vias públicas. Os ciclistas vão pedalar pela Avenida Independência, mostrando que na maioria das vezes a melhor solução é ultrapassar a bicicleta, e não a passar.
Google Plus

Por Paulo Melo

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário