TRE/DF condena Liliane Roriz a 04 anos de prisão por compra de votos e fraude eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral condenou, nesta segunda-feira (17), a deputada distrital Liliane Roriz por compra de votos e fraude eleitoral nas Eleições Gerais de 2010. Da decisão ainda cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

A pena é de 4 anos, 5 meses e 8 dias de prisão em regime semiaberto, além de multa de R$ 32,4 mil, o equivalente ao valor de 60 salários mínimos em 2011.

Como a decisão cabe recurso no TSE, a parlamentar só deve cumprir a punição após o trânsito em julgado da ação, quando não for mais possível contestar a decisão.

A ação, movida pelo Ministério Público Eleitoral, acusa a parlamentar de oferecer vantagens indevidas a eleitores e de não ter declarado, na prestação de contas da campanha, despesas com apoiadores que trabalharam para ela.

Em março de 2016, o Tribunal condenou a deputada pelos mesmos crimes, mas como novas testemunhas surgiram alegando a compra de votos, mais uma ação foi aberta e analisada nesta tarde.

Fonte: TRE/DF
Google Plus

Por Paulo Melo

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário