Obras de parada final em Santa Maria estão concluídas

Chamado de ponto de soltura, o local, na Quadra 401, é área de manobra onde os ônibus ficam estacionados enquanto aguardam a próxima viagem



Asfaltamento no pátio de ônibus na Quadra 401 de Santa Maria melhora o ambiente de trabalho para os profissionais das empresas de ônibus. Foto: Tony Winston.

A pavimentação da área de manobra do ponto de soltura da Quadra 401, em Santa Maria, está em fase de finalização. O local é a parada final das linhas, com pátio onde os ônibus ficam estacionados até a próxima viagem.


A obra, uma reivindicação da comunidade, dos profissionais e das empresas de transporte coletivo, teve a parte física concluída nesta sexta-feira (7) e inclui o asfaltamento do acesso e das vias internas. Restam os acabamentos para ser inaugurada.

A intervenção é executada por servidores da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), com massa asfáltica produzida pela própria autarquia. Por isso, somente após a entrega será possível aferir os custos.
472Número de viagens de ligação que passam pelo ponto final de Santa Maria

A recuperação do espaço tem por objetivo melhorar o ambiente de trabalho dos rodoviários e já vinha sendo acordada, há meses, com o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans).

Embora os passageiros circulem regularmente nele, o espaço não é um terminal de ônibus. “Nós não podemos impedir as pessoas de embarcar e descer lá, mas o local certo é a parada de ônibus”, recomendou o diretor-geral do DFTrans, Léo Carlos Cruz.

Operam nessa parada final 20 linhas, de uma frota de 125 veículos. Por dia, são feitas 472 viagens de ligação entre as cidades do DF, e nenhuma tem trajeto direto de ida ou volta para o Plano Piloto.

Comentários