Distrital pede reabertura parcial da Feira dos Importados

2.300 pessoas dependem exclusivamente do comércio dos produtos


O deputado Delmasso (Republicanos-DF), solicitou nesta quarta-feira (15) a reabertura parcial da Feira dos Importados, semelhantemente à permissão que foi concedida a demais feiras do DF. Através de um ofício, o parlamentar fez a solicitação ao governador, Ibaneis Rocha (MDB), intermediando a solicitação da Cooperativa de Consumo dos Comerciantes da Feira dos Importados do DF (Cooperfim).

A Feira dos Importados de Brasília não constou no rol específico das demais feiras permanentes, que tiveram sua abertura parcial deferida no Decreto nº 40.583. O fechamento resulta em um prejuízo aos seus feirantes e cooperados, que somam 2.300 pessoas entre feirantes e familiares que dependem exclusivamente desta fonte de renda.

Mesmo de portas fechadas, a Feira possui um elevado custo fixo de manutenção, por isso é de suma importância a autorização de sua imediata reabertura, ainda que parcial e nos limites do Decreto. “É imprescindível que seja também permitido que os feirantes da Feira dos Importados de Brasília, possam retornar ao funcionamento ainda que parcial, para a retomada gradativa, ao menos, daquelas atividades autorizadas e já liberadas no Decreto Distrital”, trecho do ofício 107/2020, enviado pelo deputado Delmasso.

A Cooperfim ressaltou em seu pedido que se coloca à disposição para implementar as medidas de segurança conforme orientação do Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde do DF e contribuir com a infraestrutura. A cooperativa citou também a garantia de pessoas capacitadas para o controle de acesso ao interior da Feira e também, checagem da temperatura corporal dos cidadãos, fornecimento de EPIs, álcool em gel, demais métodos de assepsia, além do distanciamento mínimo entre as pessoas.




Google Plus

Por Colibri Comunicação

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário