"O servidor é quem vai ter condições de retomar a economia", diz Delmasso

Para o vice-presidente da Câmara Legislativa, os investimentos públicos e os salários dos servidores são fundamentais para a retomada do crescimento do Brasil

Em entrevista o CB. Poder nesta quinta-feira (23/4), o vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rodrigo Delmasso (Republicanos), destacou a importância dos servidores públicos e dos investimentos do governo para a retomada da economia do país após a pandemia. Para ele, diferente do que está acontecendo no setor privado, a redução dos salários dos funcionários públicos prejudicaria a economia.

"São os servidores que vão pegar esse recurso e colocar no mercado. Na minha visão, reduzir o salário deles não é uma escolha inteligente. O servidor é quem vai ter condições de fazer com que a economia volte. Caso contrário, esse recurso vai ficar parado", justificou. O parlamentar ainda ressaltou que o setor privado é movimento a partir da compra, enquanto o setor público depende dos impostos, que ainda estão sendo arrecadados.

Delmasso ainda comentou que há um proposta, apresentada pelo deputado Leandro Grass (Rede), sendo estudada na câmara que reduz o gastos da casa. "A nossa proposta é investir esse dinheiro na saúde e na recuperação dos empregos da cidade", disse.

Reabertura do comércio
Na entrevista, Delmasso defendeu a reabertura do comércio, fazendo um isolamento intermitente. "Precisamos fazer essa transição abrindo aos poucos as atividades econômicas, principalmente aquelas que não gerem aglomeração, até que chegamos ao isolamento vertical, isolando somente a população de risco", enfatizou.

O parlamentar ainda comentou a proposta dele de autorizar as celebrações religiosas presenciais. Segundo ele, se aprovado o texto, o decreto vai estabelecer alguns critérios para o funcionamento, o que seria seguido por todos os líderes religiosos. Além disso, ainda haveria a fiscalização do governo, com apoio do DF Legal.

"A nossa proposta está de acordo com as orientações na Organização Mundial da Saúde. Distanciamento de 2 metros, uso de máscara para todos os membros da igreja, disponibilização de álcool em gel na entrada e a orientação de membros acima de 60 anos e crianças abaixo de 10 não frequentarem os cultos", detalhou.

30 anos da CLDF
No ano em que Brasília completa 60 anos, a Câmara Legislativa comemora 30 anos de funcionamento. Para Delmasso, a Câmara é a representação da concretização da democracia em Brasília. O parlamentar ainda destacou os principais desafio da capital para os próximos anos.

"Primeiro é mudar o modal da economia. Brasília precisa parar de depender do setor público. A gente precisa ampliar a participação do setor privado", afirmou. O deputado ainda citou o crescimento organizado e o investimento em formação, através de escolas e universidades.

Com informações do Correio Braziliense.
Google Plus

Por Colibri Comunicação

DF 24 Horas

0 comentários DF24HORAS:

Postar um comentário